Buscar  
Brasil

ICMS estadual é o imposto que mais pesa na gasolina, diz presidente da Petrobrás

Publicada em 14/09/2021 às 21:11h - 4 visualizações Blog do Roberto Gonçalves

Link da Notícia:
Compartilhe
   

O presidente da Petrobras, general da reserva Joaquim Silva e Luna, defendeu nessa terça (14) a atuação na empresa na política de preço de combustíveis. Durante debate no plenário da Câmara dos Deputados, Silva e Luna disse que a empresa atua para não repassar a ?volatilidade momentânea? dos preços internacionais do petróleo para o valor dos combustíveis no Brasil.

 

Segundo o presidente da empresa, durante o processo de reajuste nos combustíveis, a Petrobras verifica se o aumento se deve a questões estruturais, de longo prazo, ou conjunturais, de curto prazo.

 

?O que é conjuntural, ela absorve e procura entender ao máximo possível essa lógica de mercado?, disse Silva e Luna durante comissão geral da Câmara para debater o preço dos combustíveis das usinas termelétricas.

 

Gás natural

De acordo com Silva e Luna, a empresa tem uma rigorosa governança corporativa, estando submetida a diferentes órgãos reguladores e de mercado. Silva e Luna disse que desde o início da crise energética, a empresa tem atuado para aumentar a oferta de gás natural no país.

 

O presidente da Petrobras disse que, dos 14,882 megawatts gerados no país por usinas termelétricas movidas a gás natural, a empresa é responsável, por cerca de 5,6 megawatts.

 

?Temos uma rigorosa governança: não tem espaço para aventura na empresa. A Petrobras triplicou a entrega de gás para operação das termoelétricas nos últimos 12 meses e contribui para este momento de crise energética?, afirmou.

 

Combustíveis

Silva e Luna disse ainda que o interesse da Petrobras é o Brasil e que, parte do preço da gasolina está relacionado à cobertura de custos com produção, investimentos e juros da dívida e outra parte vai pagamento de impostos.

 

?Petrobras atua para não repassar preço internacional. Faz investimentos selecionados e tem uma forte governança para evitar qualquer desvio?.

 

Silva e Luna disse ainda que do preço médio de R$ 6 reais na gasolina, a Petrobras é responsável por cerca de R$ 2 e que o tributo que mais impacta no preço é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cobrado pelos estados




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Estatísticas

Visitas: 20566316

Usuários Online: 2

Curta nossa Fan Page!
TV Portal
Publicidade Lateral
Hora Certa

Parceiros
WWW.PORTALSERRITA.COM.BR
Copyright (c) 2021 - Portal Serrita - Todos os direitos reservados